Nova novela da Globo volta à época de ‘Dancin’ Days’

Por Folha

Bombardeada por pedidos do público para fazer um remake de “Dancin’ Days” (1978), a Globo chegou a pensar na ideia, mas optou por contar uma nova história na época de ouro da discoteca, o final dos anos 1970. Assim nasceu a próxima novela das 18h, “Boogie Oogie”, de Rui Vilhena, com direção de núcleo de Ricardo Waddington.

Para recriar o clima da década que marcou uma geração, a produção investiu em aquisição de objetos de época como aparelhagens de som, vitrolas e telefones antigos. Buscando compor todo o cenário da novela foram usados 10 mil encartes de discos de vinil. Eles recheiam a loja de discos e a boate Boogie Oogie.

A trama central conta a história de Vitória (Bianca Bin) e Sandra (Isis Valverde). Isis será a mocinha, enquanto Bianca viverá uma vilã sem escrúpulos. Quando bebês, as duas foram trocadas na maternidade por Susana (Alessandra Negrini), ex-amante de Fernando (Marco Ricca), pai biológico de Sandra.

O elenco ainda conta com Deborah Secco, José Loreto, Letícia Spiller, Marcelo Serrado, Caco Ciocler, Francisco Cuoco, Daniel Dantas, Heloisa Périssé, entre outros.

O folhetim tem estreia prevista para 4 de agosto.

Hábito A Nielsen, instituto que afere, entre outras coisas, a audiência televisiva, fechou uma parceria com o Facebook para verificar a que os telespectadores americanos estão assistindo em seus dispositivos móveis.

Hábito 2 A rede social enviará ao instituto informações como sexo e idade desses espectadores. Os defensores da privacidade não estão felizes com a parceria.

Pódio O “Esporte Fantástico” (Record) de domingo (20) traz reportagem de Adriana Bittar em Toronto. Ela mostra como a cidade está se preparando para receber os Jogos Panamericanos, que serão realizados exatamente daqui um ano.

Cofre “Animal”, primeiro fruto da parceria de Globo, Globosat e Accorde, produtora independente, tem investimento pesado. Cada um dos 13 episódios custou R$ 390 mil, o custo de um capítulo de novela das 19h da Globo.

Cofre 2 A série de ficção protagonizada por Edson Celulari estreia dia 6 de agosto.

Aposta “O Rebu” ainda não emplacou em audiência. O remake registrou na quinta (17) média de 13 pontos. Cada ponto equivale a 65 mil domicílios na Grande São Paulo.

Emenda Gabriel Braga Nunes, que acaba de fazer “Em Família”, pode ser o protagonista da série “Ligações Perigosas”, em 2015.