Saiba como será ‘A Casa’, da Record; prêmio de R$ 1 milhão precisa ser economizado ao longo do reality

Por LÍGIA MESQUITA

Em “A Casa”, novo formato que a Record TV estreia no próximo dia 27, os participantes terão a verba de R$ 1 milhão para gastar com as despesas da casa durante os dois meses e meio de gravação. Mas eles descobrirão que apenas o que sobrar desse montante será o prêmio para o vencedor. Estará aí mais uma fonte de conflitos: até que ponto economizar para poupar mais dinheiro.

Isso porque cem participantes ocuparão uma casa equipada para uma família de quatro pessoas (com camas, mantimentos e utensílios para essa quantidade de gente).
A cada semana, no entanto, os competidores irão eleger o “dono da casa”, o líder que poderá dormir num quarto sozinho e que decidirá quais itens serão comprados com o dinheiro (de colchão a comida e papel higiênico).
Caberá a esse “dono da casa” escolher também pessoas a serem eliminadas.

Muitos participantes, no entanto, acabam pedindo para deixar a atração.
“A Casa” irá ao ar  às terças e quintas, com apresentação de Marcos Mion. A direção-geral é de Rodrigo Carelli.
Apenas a final da atração será ao vivo.

Marcos Mion nas gravações de ‘A Casa’,
da Record (Antonio Chahestian/Divulgação)