História do ex-médico Roger Abdelmassih, preso por estupro, será contada na Globo e na TV paga

Por LÍGIA MESQUITA

Contar a história de Roger Abdelmassih, 73, é o novo foco da TV nacional.

O ex-médico foi condenado a 278 anos de prisão em 2010 pelo estupro de 37 pacientes. Ele ficou foragido e foi capturado em 2014 no Paraguai. Hoje cumpre a pena no presídio de Tremembé (SP).

Além da Globo, que grava neste ano “Assédio” (o formato ainda não está definido), sobre a vida de Abdelmassih, uma minissérie com o mesmo tema será feita para a TV paga.

A produção da Panorâmica, de cinco episódios, foca a história de uma das vítimas de Abdelmassih, Vana Lopes. A trama é baseada no livro dela, chamado “Bem Vindo ao Inferno” (ed. Matrix).

O projeto está sendo negociado com o canal pago A&E. Há também conversas para exibição depois na TV aberta, ou na Record ou no SBT.

Já a produção da Globo, uma ficção de Maria Camargo com supervisão artística de José Luiz Villamarim, é baseada no livro “A Clínica – A Farsa e Os Crimes de Roger Abdelmassih” (ed. Record), de Vicente Vilardaga.

 

O ex-médico Roger Abdelmassih é capturado no Paraguai (AFP/Sander)