Globo cria casa de roteiristas focando produção de conteúdo

Por LÍGIA MESQUITA

A Globo cada vez mais vem investindo em ser uma produtora de conteúdo.
Por isso, a emissora decidiu criar um espaço para fomentar a produção de séries e outros formatos curtos de dramaturgia semanal para TV aberta e fechada e para plataformas digitais.

Em abril, começa a funcionar a Casa dos Roteiristas do canal, em um espaço no Jardim Botânico, no Rio, fora dos Estúdios Globo.
A nova área de trabalhado, anunciada pela emissora no fim da semana, em uma reunião para seus executivos, será coordenada pelo diretor Guel Arraes e contará com seis grupos de trabalho.

Sete autores da casa trabalharão na supervisão dos projetos de roteiro: Claudio Paiva, Fernando Bonassi, George Moura , Jorge Furtado, Marcius Melhem, Marçal Arquino e Mauro Wilson.

Na nova dinâmica, alguns roteiros serão pensados focando o mercado internacional. A ideia é que os projetos saiam dali com detalhamento comercial e técnico apresentados também em inglês e espanhol.

O diretor Guel Arraes em entrevista ao ‘Ofício em Cena’, da GloboNews (João Miguel Júnior/Divulgação)