‘Cidade dos Homens’, com Laranjinha e Acerola, voltará como minissérie na Globo

Por LÍGIA MESQUITA

A dupla Laranjinha (Darlan Cunha) e Acerola (Douglas Silva), da série “Cidade dos Homens”, voltará ao ar.

A produtora O2 prepara em parceria com a Globo uma minissérie de quatro capítulos para mostrar como estão os protagonistas da trama, dez anos depois.

A ideia é misturar imagens de arquivo da produção, exibida entre 2002 e 2005, com novas histórias em que os protagonistas aparecem já adultos.

A direção será de Fabio Mendonça, que fez “Pedro e Bianca”, para a TV Cultura, entre outras.

George Moura, que participou da equipe de roteiristas da série original, assina a nova minissérie.
Fernando Meirelles será o produtor.

O projeto ainda está em fase de orçamento. A ideia é que a minissérie seja gravada no próximo semestre, com exibição no início de 2017.

“Cidade dos Homens” retratava a vida dos dois adolescentes, moradores de uma favela do Rio. Em 2007, a história virou um longa.

 

 

(Estevam Avellar/Divulgação)
>>BUSÃO DO BRASIL O ator Angelo Antônio gravou no Recife cenas do motorista Waldir, casado com a personagem de Adriana Esteves, para a minissérie ‘Justiça’ (Globo) (Estevam Avellar/Divulgação)

 

Mais um pra rir Foi batizado de “Tudo Tudo” o programa de esquetes que Katiuscia Canoro apresentará no Multishow. Na atração, a humorista (famosa por interpretar Lady Kate no antigo “Zorra Total”) mostrará novas imitações, além de resgatar algumas antigas. A previsão de estreia é 3 de outubro. 
 
Gente inocente Marcio Garcia diz que em alguns momentos “Tamanho Família”, dominical que estreou no dia 10 na Globo, lembra “Gente Inocente”, que ele apresentou entre 2000 e 2002. “Tem aquela coisa pura da família, algo que as crianças traziam”, fala. As gravações da atração estão previstas até 2 de agosto. 

 

5,3 PONTOS
de média no Ibope da Grande São Paulo marcou o “Programa Xuxa Meneghel” (Record) nesta segunda-feira (11) (cada ponto equivale a 197,8 mil espectadores).

Caos A produtora Freemantle se desculpou pela falta de organização e confusão na primeira audição para o reality musical “X-Factor”, que a Band estreia em agosto. Pelas redes sociais, os participantes relataram espera de 17 horas, falta de água e comida, entre outros problemas. “O entusiasmo gerado em torno do programa em todo o país superou em muito as nossas expectativas”, diz, em nota, Paula Cavalcanti, CEO da produtora.