Record admite ter adiado ‘Escrava Mãe’ por sucesso da Globo e faz piada com ‘Velho Chico’

Por LÍGIA MESQUITA
Gabriela Moreyra (à esq.), como a protagonista Juliana, e Lidi Lisboa, no papel da escrava Esméria, em cena de 'Escrava Mãe' (Record)   *** ****
Gabriela Moreyra (à esq.), como a protagonista Juliana, e Lidi Lisboa, no papel da escrava Esméria, em cena de ‘Escrava Mãe’ (Divulgação)

Marcelo Silva, vice-presidente artístico e de produção da Record, elogiou a novela das 19h da Globo, “Totalmente Demais”, maior audiência da teledramaturgia atualmente.  E admitiu publicamente ter adiado a estreia de “Escrava Mãe”, nova trama da Record, por causa do sucesso da concorrente.

O folhetim de época de Gustavo Reiz, que inaugurará a faixa das 19h de dramaturgia da Record, irá ao ar na terça, 31, mesma data em que a Globo iniciará “Haja Coração”. A novela da emissora paulista, que conta a história de Juliana, mãe da escrava Isaura, foi adiada quatro vezes pela Record nos últimos meses. A trama iria inicialmente suceder “Os Dez Mandamentos”, em novembro, no horário das 20h30.

“A gente adiou inicialmente ‘Escrava Mãe’ porque o [departamento] comercial nos alertou que o mercado já estava com a verba publicitária comprometida. Aí decidimos adiar sem esperar que a outra casa [Globo] tivesse um sucesso tão grande. Parabéns à outra casa. É uma história simples, bem contada”, declarou Silva em evento de divulgação de “Escrava Mãe” nesta sexta (20), na Record. “Aí conversamos com o autor, o diretor e achamos por bem adiar a novela.”

Depois, segundo o executivo, para surpresa da Record, “a outra emissora, inteligentemente, decidiu adiar o final lá [de ‘Totalmente Demais’] , e nós também adiamos a nossa história aqui.”

Para Silva, a concorrência pede que as empresas sejam “inteligentes”. “As emoções têm que dar lugar ao raciocínio”, afirmou.

Ele aproveitou para se “desculpar” com atores da trama, que segundo alguns sites, teriam perdido a possibilidade de trabalhos na Globo por causa do adiamento de “Escrava Mãe”. “Infelizmente não tinha como pedir permissão aos atores [para o adiamento]. Eu li que alguns atores reclamaram, mas se a novela tivesse estreado em outubro ela ainda estaria no ar e eles não poderiam [estar na Globo].”

E fez uma piada com a novela das 21h da concorrente, “Velho Chico”, que tem dado audiência menor que “Totalmente Demais”. “Pode brincar? Disseram que alguns atores [de “Escrava Mãe”] perderam papéis em “Velho Chico”. Que bom que perderam (risos).”

Silva também brincou com os rumores de que a Globo exibirá o primeiro capítulo de “Haja Coração” sem intervalo comercial. “Isso não podemos imitar porque já fazemos.”

A Globo afirma que essa informação não procede e que haverá intervalo comercial na estreia de “Haja Coração”.

META DE AUDIÊNCIA

O vice-presidente artístico da Record também fez questão de frisar que o canal não teria nenhuma meta de audiência para a nova faixa de teledramaturgia. “Nesse horário nossa média no PNT [Painel Nacional de TV do Ibope] é de 8,7 pontos [cada ponto equivale a 684,2 mil espectadores]. Nunca falamos em dar 15 pontos. Mas eu tô quase passando o endereço lá de casa. Se der 15, vou soltar fogos”, disse. “É o que nós desejamos, mas vamos colocar o pé no chão. Não há essa projeção na nossa equipe.”