Carolina Dieckmann: ‘Meu foco é ser atriz, não apresentadora’

Por LÍGIA MESQUITA
A atriz Carolina Dieckmann (João Franco/Divulgação)
A atriz Carolina Dieckmann (João Franco/Divulgação)

Carolina Dieckmann lançou-se nesta semana na função de apresentadora.

Ao lado de Márcio Garcia, ela comanda o “Globo de Ouro” dos 30 anos de axé no Viva. “Me identifico com a alegria do Carnaval, me soltei”, diz ela à coluna. “Cresci vendo o ‘Globo de Ouro’.”

Na quinta (22), a atriz fez outra estreia: desta vez, em “A Regra do Jogo” (Globo). Sua personagem na novela de João Emanuel Carneiro foi criada com a história há quase dois meses no ar, em uma das movimentações para alavancar a audiência da trama.

“Era um convite irrecusável trabalhar com essa equipe”, diz ela, que teve duas semanas para se preparar para viver Lara, ex-mulher de Orlando (Du Moscovis).

Gostou de fazer o “Globo de Ouro”? Pretende trabalhar como apresentadora?
Eu adorei! Foi divertido. Essas coisas que faço paralelamente, como cantar no disco do Mumuzinho, o “Globo de Ouro”, nada disso tira o foco do meu ofício. Eu sou atriz. Tenho prazer em me ver de outro jeito, mas meu foco é ser atriz.
Não daria para conciliar?
Impossível. Tenho filhos, tenho casa, sou uma mãe presente. Não costumo fazer duas coisas ao mesmo tempo. Nunca digo desta água não beberei, mas não gosto de fazer as coisas nas coxas.

É complicado entrar em uma novela em andamento?
Por um lado tem uma facilidade porque você já viu o conceito no ar, se imagina dentro daquilo. A gente passa nervoso até a estreia, não sabe direito o tom, se vai ser aceita. Por outro lado, é complicado não ter tempo de preparo. Tive só duas semanas.

Você tem muita empatia com o público. Fica lisonjeada por ser chamada para, de alguma maneira, ajudar a novela?
Ninguém me disse que fui chamada pra isso ou praquilo. Se alguém pensa assim, como você está falando, fico feliz. Mas isso não foi falado.

A Lara tem caráter duvidoso?
Até onde sei, não, mas novela é obra aberta. Ela é apaixonada pelo marido, que achava estar morto. E vai atrás desse amor.

 

>> Com BIANCA SOARES