Erasmo Carlos fala de canção censurada no ‘Sarau’ desta sexta (11)

Por Folha
Erasmo Carlos na gravação do Sarau
Erasmo Carlos na gravação do ‘Sarau’ (GloboNews) desta sexta (11) (João Cotta/Divulgação)

Erasmo Carlos será o convidado do “Sarau” desta sexta (11) no canal pago GloboNews. Na atração, comandada por Chico Pinheiro, o cantor apresentará músicas de seu novo álbum, “Meus Lados B”.

Para o trabalho inédito, Erasmo gravou composições pouco conhecidas e alguns sambas. “São músicas que não tocaram nas rádios, alguns sambas que não canto nos shows – porque samba e rock não se bicam – e alguns sucessos de amigos”, diz. “São músicas que gosto, mas tenho pouca oportunidade de cantar.”

Na conversa, o Tremendão conta como surgiu a ideia para a canção “Maria Joana”, censurada na época da ditadura militar. “A contracultura gerou vários modismos, entre eles, a maconha, a marijuana. Fui para Israel e numa boate em Tel Aviv vi um show em que o vocalista ficava repetindo ‘I love Marijuana’. Quando cheguei ao Brasil, fiz ‘Maria Joana’”. Na época, o cantor disse que era uma homenagem para Joana, filha de Nelson Motta. “Mas não colou”, brinca. (BIANCA SOARES)