Cultura diz que tentará se manter no ar com greve de funcionários

Por LÍGIA MESQUITA
A Fundação Padre Anchieta, mantenedora da TV e das Rádios Cultura, diz que está tomando “todas as providências necessárias”  para manter a emissora e no ar e suas “atividades administrativas” com a greve de funcionários radialistas (cinegrafistas, operadores de áudio) iniciada à meia-noite desta sexta (19).

Os grevistas reivindicam um bônus de 50% sobre o salário-base prometido em 2014 e não depositado em maio por causa de um veto da comissão de política salarial do governo de SP, que repassa à Cultura a maior parte do orçamento da emissora.

Por enquanto a Fundação Padre Anchieta informa apenas uma alteração na programação. O telejornal do meio dia, “Jornal da Cultura 1ª Edição”, desta sexta (19) passou de meia hora para vinte minutos . Caso a greve continue, possivelmente isso vai se repetir na semana que vem.

Na tarde desta sexta (19), jornalistas decidem se também entram em greve.