Com Mônica Iozzi, novo “Vídeo Show” não empolga em audiência

Por Keila Jimenez
Mônica Iozzi quando ainda integrava o time do "CQC", da Band
Mônica Iozzi quando ainda integrava o time do “CQC”, da Band (foto Folhapress)

O novo “Vídeo Show” (Globo) estreou nesta segunda-feira (6) com transmissão ao vivo, reforço de Monica Iozzi, novos quadros, mas, mesmo assim , registrou audiência mais baixa do que a da estreia do “Vídeo Show” reformulado por Ricardo Waddington, em 2013.

A revista eletrônica, que voltou para as mãos do diretor Boninho, marcou audiência prévia de 9,5 pontos, ante 11,6 pontos do “Vídeo Show” de Waddington, que estreou em novembro de 2013. Cada ponto equivale a 67 mil domicílios na Grande SP. Na época, o programa ganhou plateia e o comando de Zeca Camargo, que deixou a atração na semana passada.

No novo “Vídeo Show”, Mônica Iozzi é a apresentadora ao lado de Otaviano Costa. Os dois agora dividem uma bancada no programa, que ganhou a presença de Cissa Guimarães, em um quadro de entrevistas, e de Miguel Falabella.

A nova equipe, porém, conseguiu emplacar um lugar nos Trending Topics do Twitter com a hashtag “#VideoShowAoVivo”. Por um lado, a presença de Mônica Iozzi tem dividido a opinião dos internautas – para o bem ou para o mal-, por outro, a de Miguel Falabella foi amplamente aprovada.