Após gafe com Wanessa Camargo e outras falhas técnicas, Record troca diretor de Gugu

Por Keila Jimenez
gugu
(Foto FolhaPress)

A Record trocou novamente o diretor de Gugu. Depois de afastar Homero Salles do cargo, em fevereiro, o canal resolveu tirar Vildomar Batista do comando da atração.

Vildomar foi afastado e não tem outros projetos na emissora, por enquanto. A decisão veio acompanhada da renovação de contrato com a GGP, produtora da Gugu, para a realização de uma nova temporada do programa.

Constantes falhas técnicas e divergências com Gugu e o jornalismo da Record ajudaram a derrubar Vildomar. Em uma das ocasiões, o programa teve um sério problema de áudio que fez a cantora Wanessa Camargo pagar o maior mico, ao vivo.

Sem saber que em casa o telespectador estava ouvindo o playback, a filha de Zezé Di Camargo resolveu improvisar e acabou pagando um “king kong”, como ela mesma definiu. Wanessa entoou refrões de duas músicas e seu fã clube, que estava na plateia, a acompanhou em coro, enquanto o áudio que chegava em casa, para o telespectador, era de um playback da cantora.

Gugu ficou desconcertado com a situação. Dois profissionais da equipe de áudio foram demitidos.

Após a confusão, a imagem de Vildomar Batista ficou desgastada na Record. Diretores da emissora passaram a acompanhar de perto o programa.

Na renovação de contrato para uma nova temporada da atração ficou acertada a saída de Vildomar e o aumento da participação do jornalismo no programa. Gugu passará a ser dirigido por um núcleo do departamento composto pelos jornalistas Virgilio Abranches, diretor do “Domingo Show”, Rafael Perantunes, diretor executivo do “Domingo Show”, Givanildo Menezes, diretor de Jornalismo da Record RJ, e Cláudia Aied, diretora do “Balanço Geral SP”, sob a supervisão do vice-presidente de Jornalismo, Douglas Tavolaro.

A nova fornada do programa de Gugu entrará no lugar do reality “Power Couple”, que foi cancelado.