Turner compra Esporte Interativo por R$ 400 milhões

Por Keila Jimenez

A programadora americana de TV paga Turner acaba de comprar a totalidade de ações do canal Esporte Interativo, empresa brasileira de programação dedicada à produção de conteúdo esportivo multiplataforma.

Em junho de 2013, a Turner comprou 20% das ações da emissora. Agora, a programadora assumirá 100% da propriedade do canal, que já adotou uma estratégia agressiva para crescer no Brasil. Segundo fontes do mercado, o negócio gira em torno de R$ 400 milhões de reais.

Novo dono da Liga dos Campeões na TV paga, principal campeonato de futebol europeu, o canal Esporte Interativo pretende usar o evento para entrar nas grandes operadoras de TV por assinatura: Net e Sky.

Em disputa acirrada pelos direitos da Liga nas temporadas 2015/2016, 2016/2017 e 2017/2018, a Turner, que em 2014 possuía 20% das ações do Esporte Interativo, levou a melhor. Mesmo em temporada de cortes de funcionários, a Turner ofereceu cerca US$ 130 milhões pelos direitos exclusivos na TV paga das próximas temporadas do campeonato –quase três vezes o valor da última negociação do evento–, tirando da jogada a ESPN, tradicional emissora da Liga.

A ESPN entrou na concorrência pela compra dos direitos ao lado do SporTV. A derrota foi um duro golpe na ESPN, que tinha o campeonato como um de seus principais eventos.

Tamanho investimento da Turner chamou a atenção do mercado de TV por assinatura, que já esperava que a programadora comprasse a totalidade de ações do canal esportivo.

Ao que tudo indica, sob o guarda-chuva de uma gigante como a Turner, o Esporte Interativo terá mais facilidade para entrar nas operadoras maiores. A entrada na Sky, por exemplo, deve acontecer já nos próximos meses. As negociações com a Net estão em andamento.