-

Produzido por Lígia Mesquita

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Record volta a atacar MMA

Por Keila Jimenez

A Record segue criticando o MMA (artes marcias mistas). Na noite de terça-feira, foi a vez do programa religioso “Fala Que Eu Te Escuto” estender-se pela madrugada atacando a modalidade e as competições ligadas à ela,  como o UFC.

O apresentador chegou a abrir uma enquete, ao vivo, para ouvir a opinião do público sobre lutas do gênero. Só pessoas com posicionamentos totalmente contrários ao esporte falaram no ar.

Essa é a segunda investida da Record contra o MMA. O “Domingo Espetacular” do dia 4 fez uma longa reportagem sobre a violência e as vítimas fatais do esporte. Mostrou casos de jovens que ficaram tetraplégicos após se machucarem em combate.

A reportagem, que não ouviu nenhum lutador brasileiro nem especialistas com opinião favorável ao MMA, causou revolta entre esportistas e simpatizantes da modalidade. Os protestos na internet não param.

O problema é que a própria Record parece ter mudado de opinião.

Há cerca de um ano , o “Jornal da Record” exibiu uma série de reportagens especiais sobre o MMA e o UFC, exaltando o esporte. O período coincide com a época em que os direitos de transmissão do UFC estavam sendo negociados com Record, Globo, Band e Rede TV!.

Quem acabou levando foi a Globo. Procurada, a Record diz que não há campanha contra o MMA.

Confira a reportagem do “Jornal da Record” , de 2011:

[youtube hIUX5kC_W88 nolink]

Blogs da Folha